26 de mar de 2010

"Ande na contra-mão"

         
            Como esse assunto está sempre voltando á tona, quero dizer que, mais uma vez aprendi com os outros, o que eu deveria ter em mim mesma. Ontem, li no twitter de meu amigo  Jonatas Ribeiro, sua experiência ao participar como plenário, no julgamento do caso "Isabela Nardoni", o mais comentado do ano. Ele disse que foi uma experiência ÚNICA e que teve a oportunidade de conversar com as famílias envolvidas, olhar nos olhos dos réus, ver as faces dos jurados e sentir um pouco da tristeza das família que estavam lá.
           Que loucura essa situação!!! Não quero nem pensar que um dia essa família tinha paz e no outro o mundo desabou. O que preciso dizer , não é sobre o caso em si, que apesar de CHOCANTE, já estão gastando muito tempo na TV a respeito.  Quero apenas comentar o final do testemunho de Jonatas. Ele disse que quando teve a oportunidade de conversar com o pai da , lhe entregou um livro sobre a vida de Jesus "O desejado de todas as nações", e disse para ele entregar para ela. O pai chorou e pediu que orassem por sua família.
           Mais uma vez, as famílias estão sendo vítima do plano de Satanás para destruir os filhos de Deus. Mais uma vez a sociedade está julgando alguém, que precisava ser punido, mas esquecendo que suas famílias podem também ser vítimas dos desafetos e das loucuras que temos dentro de nós. É fácil dizer que o céu não é para todos, mas difícil, é dizer que Jesus aceita você como você está. E por isso, estou aqui, para compartilhar com todos o testemunho do Jonatas, que , como ele mesmo disse, andou na contra-mão da sociedade e ao invés de fazer como os fariseus fizeram com Maria Madalena, quis mostrar que as trevas, não se comparam a luz que Jesus nos dá através do perdão.
             Queria que fosse diferente, que Isabella, não tivesse morrido que aquela família não tivesse desafetos, que a mãe de Isabella  não tivesse se separado do pai dela, que os pais dos pais de Isabella, pudessem ter conhecido a Jesus, e ensinado para seus filhos sobre o princípio do amor. Mas sobre isso, nada posso fazer. Mas posso proteger minha família da tão profetizada frieza do coração, através da busca pela fonte do amor, que é Cristo!

24 de mar de 2010

Duas coisas de Hoje.....

     É claro que acordar de manhã e buscar para você, em Deus, algo que precisa é um privilégio. Pois a promessa é "pedi e dar-se-vos-á" Mat 7:7 .  Porem entender a biblia é "um pouco aqui, um pouco ali". Afinal  saber que " buscar primeiro o reino de Deus" Mt 16:26  é algo mais importante, já nos leva a perceber que algo está errado com nosas orações.
           Hoje pela manhã, fiz exatamente o errado. Fiz minha oração egoista de todos os dias e depois, fui estudar a biblia. Apenas para receber de Deus uma lição preciosa sobre minha vida cristã.  A frase marcante dizia: " nossas orações tratam mais do que podemos obter, e não do que nos devemos tornar". Que triste realidade de minha vida. É fato que não podemos viver sem " a comida e nem bebida", mas buscar PRIMEIRO o reino de Deus , requer saber que existe algo mais precioso do que SOBREVIVER.
           " Porque o reino de Deus não é comida nem bebida, mas justiça, e paz, e alegria no Espírito Santo." Rom. 14:17.  O que é mais importante afinal, o satisfazer suas necessidades físicas ou buscar a razão do existir que é viver PELO ESPIRITO?
           Certa de que Deus já tinha dito tudo para mim com aquelas palavras, ainda me deparei com outra verdade sobre meu comportamento cristão de fachada, quando observei o verso que diz: "Ninguém tem maior amor do que este: de dar alguém a própria vida em favor de seus amigos." Jo 15:13.  E a verdade então doeu em meu peito ao ler então: "O mundo acredita no evangelho do egoismo, em que cada um deve cuidar de si mesmo. Mas Deus diz que você deve se importar com seu irmão, porque este é o evangelho do amor".
           Queria que fosse diferente, mas a verdade é que algo em meu Cristianismo está errado, porque não consigo abrir mão de meu tempo, meu dinheiro, minha comida, minhas tarefas, meus sonhos, em favor do meu próximo. Agora sei que "buscar o reino de Deus" em primeiro lugar é abrir mão de tudo isso em favor da verdadeira religião, do verdadeiro perdão que é Cristo, e receber dele também a paz que excede todo o entendimento.
        

23 de mar de 2010

" Se beber.... NAO MATE"


             

         É tarde de mais prá dizer para aquele motorista que fugiu embriagado.." se beber, não dirija" sua carreta. Pois é, agora uma familia tem que conviver com a dor da perda de uma pessoa querida, que faz falta a todo instante.

       O que realmente não entendo é por que Josemar Monteiro, meu querido professor do 2 grau, de quem guardo lembranças maravilhosas, e mais 2 pessoas de sua familia, tiveram que ser vítimas fatais de uma irresponsabilidade que não tem RACIONALIDADE.

Veja o que aconteceu com o caminham do "desgraçado" do motorista:

 
 
                              NADA!!!!
                            
          Não que eu esteja querendo que o mesmo morresse, mas que a dor que sinto com essa cena, seja compartilhada por esse estúpido que matou e fugiu. Afinal, a dor da perda só é confortada pela esperança de que um dia todos os bêbados serão condenados, e que essas vítimas agora estão seladas para a eternidade.
            Mas a dor da ausência de um pai, de um esposo, ..... nem a justiça pode retirar.

           "OÓÓÓ Deus, falta quanto tempo, pra o GRANDE DIA DO SENHOR chegar ??? Estamos com saudades "